22 de janeiro de 2012

Incessante paixão


Excita-me o teu desejo.
Amarra-me com o teu olhar.
Queima-me com a tua paixão.


Consome o meu corpo.
Sou rio que desagua em ti.
Inundo-te. Transbordo de prazer.



Alimenta-te, faminto.
Devora-me. Sedento.











Afunda-te no meu corpo.
Rouba-me a alma.
Suga-me o ser.




Pertença.
Entrega.
Delírio.


…apetece-me congelar o Tempo.
Para amar-te incessante e devoradora.

2 comentários:

Fogo disse...

Que delicia...

Vulcano disse...

Sweet,

Mas que entrega divinal...
Brutal em todo o seu ser!