11 de fevereiro de 2012

(A)Mar



Amamo-nos como deuses.

O Olimpo é a nossa cama.

Onde nos surpreendemos,

Embriagados de Paixão,

Louvamos o Desejo.



Cada momento como sempre,

E cada sempre é o primeiro.

Olham-me os teus olhos castanhos, líquidos e profundos.

[nunca ninguém me olhou com tanta intensidade como tu,

Desde o primeiro momento…]

Misturando espanto, descoberta, desejo, ternura.



É o Amor que jorra em mim,

A cada nó que desatas,

Teço este mundo só nosso.

Somos dois corpos que navegam despidos, soltos.


E o teu mar invade a minha lagoa…

2 comentários:

MisterCharmoso disse...

As saudades que eu tinha deste cantinho...beijos amiga

Vulcano disse...

Adoraria banhar-me no teu mar e poder matar a mina sede por lá...