20 de maio de 2012

O desejo que há em mim



Incontido.

De saborear os teus lábios, a tua pele.

Secar as tuas gotas, que me fascinam e incendeiam.

Não me pedes [não precisas pedir], mas dispo-me para ti.


Despida, na cama, só coberta pelo lençol,

Que tem o teu cheiro.

O cheiro dos nossos corpos amantes.


Passo a ponta dos dedos nos teus cabelos húmidos,

Acabados de lavar, pela chuva que há em nós.

Esta chuva serve apenas para molhar o meu corpo,

Este corpo que só serve para que te possas molhar em mim.

No desejo que há em mim, estou pronta para ti.

3 comentários:

Eros disse...

O cheiro da pessoa amada nos lençóis é realmente algo sensorialmente transcendental!

MisterCharmoso disse...

O Desejo, a ansiedade de sentir um corpo tocar nos e um cheiro envolver-nos
Tenho post novo no blog e aguardo a tua visita. Participa tambem no passatempo charmoso do lado direito
Beijos charmosos

Ferro disse...

ocupa.te de mim k desocupado te aguardo...